segunda-feira, 1 de agosto de 2011

VÁCUO

Olhar crescente.

Na direção inversa.

Encontrei você.

Assim seguimos,

em sentido contrário.

Tragados pelo nada.




Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias