segunda-feira, 3 de outubro de 2011

A ROSA





Não quero mais,
Me ferir, 
Com os espinhos da rosa.
Irei contemplar,
A tua beleza de longe.


De longe,
Estou segura da dor.
Cuidarei,
Da ramagem ao teu redor.
Regarei.
E seguirei a te adorar.
Entre todas,
És a minha escolhida!!!


Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias