terça-feira, 17 de janeiro de 2012

BAÚ DE RECORDAÇÃO


Quando me fores, 
verás meu bau de memórias.
Onde lá se encontrará...
... Meus rabiscos, falando de sonhos.
Minhas profecias.
Meus momentos.
Meus lamentos.
Minhas discrições.
Deixarei, não rasgarei.
Nem atearei fogo.
Para que, me sintas VIVA...
Pois aqui estarei, 
em todas aquelas páginas.
Não se desfaça de mim, AMOR meu!!!


Inacelita 

2 comentários:

guru martins disse...

...uau!
além de gostar de baú
escrever bem
ainda coleciona balaios
então bem vinda ao meu...

bj, tamos juntos

Canto Poético disse...

Meu querido Guru, que honra me dás.
Com tua participação em minha página.
Adoro suas composições.
Sua voz. És SHOW.

Beijo carinhoso, Inacelita

Postar um comentário

Outras poesias