terça-feira, 2 de agosto de 2011

DOR

Acordei esquisita.

Retraída.

Que esquisitice.

Maluquice.

Mas, já sei.

Foi de ti, que lembrei.

É a dor da saudade.

Rasgando...

Sangrei!


Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias