sexta-feira, 8 de junho de 2012

TRIUNFANTE


Entre meus véus.
Percebo teus caos.
Em desalinho.
Chegue pertinho.




Te peço.
Se enrosca em minha transparência.
Que juntinhos.
Haveremos de transpor,
O alvo exacto.
Sonhado.
Iluminado.


Inacelita Damasceno

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias