quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

OBSCURO

Você me abduziu.
Me confundiu.
Me enroscou toda.
Me tornei um nó,
Que não consigo desfazer.
Me transformei em espiral.
Numa constelação de vários cometas.
Onde meu corpo falece.
Num ofuscar completamente
Estranho...
Desconhecido...
Sem identidade!!!

Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias