sexta-feira, 18 de novembro de 2011

LUZIR

Peguei meu balaio de letras.
Para poder transformá-las.
Quero verter.
Versar.
Compor.
Dar forma.
Dar vida aos meus rabiscos.
Me entreguei aos braços da imaginação.
Meu retiro de inspiração.
Estou aguardando o LUZIR,
Dessa transformaçaõ!!!

Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias