quinta-feira, 20 de outubro de 2011

CHUVISCO

Meu chuvisco sonhador.
Acalentador de minhas
noites atormentais.
Te senti no acariciar
de minha pele.
Me firmei no galpar 
do teu orvalho.
E parti.
Silenciosa e em paz.


Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias