terça-feira, 10 de agosto de 2010

TRILHA

Capim dourado.
Trilho estreito na mata.
Terra árida.
Chão batido.
Pedra lisa, pontiaguda, molhada...
Mão firme.
Ponto de apoio.
... Segura, para prosseguir.
... Adiante, até chegar ao propósito.´
Caminhada que cansa.
Embeleza...
... Martiriza.
Peleja ...
Que reluz, ao findar a TRILHA!

Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias