quinta-feira, 12 de agosto de 2010

DONA VALENTIA



















Dona Antonia, partiu feliz.

Cumpriu sua parte, da batalha.


Mulher de fibra, criou seus rebentos;

Com métodos corretos, em circunstâncias difíceis.

Sementinhas, que ela plantou num solo fértil de amor.

Filhos aqui saudosos.

Mas todos bons frutos, já maduros.

Já feitos...

... Perfeitos...

... Concluídos!

Dor, pela partida sem volta...

... Asas de pluma,

De um leve coração grandioso.

Voou para a liberdade!

Seguindo, sua trajetória de felicidade!

Agora, dorme em Paz!!!



Inacelita 23/11/2009

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias