terça-feira, 24 de agosto de 2010

SANGRANDO





































Chegou de repente.
Se foi, mais que de repente.
De repente, eu desmoronei.
Chorei.
Me afoguei.
Lágrimas de sangue.
Gosto de sangue.
Você matou, o interior...
... Do meu Interior!!

Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias