segunda-feira, 5 de julho de 2010

NAS TUAS ONDAS




Eu, nado manso.
Ao teu encontro.
Na tua maré de espumas.
Sinto o gosto do sal.
Do teu corpo sensual.
Gosto do prazer e quero mais.
Você me encanta.
Me faz deslizar, na onda gigante,
Desse teu olhar.
Vou te buscar!!!




Inacelita (16/06/2010)

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias