segunda-feira, 5 de julho de 2010

MÃE PÁTRIA





Teu sol, já não brilha a liberdade.

As conquistas do teu povo,

são acorrentadas pela força

Dos que sobem ao poder.

Nossas esperanças, são belos

rostos de caras pintadas...

Belos sonhos tingidos de sangue...

Vagando sem terra

Na imensidão do teu solo.

Teu grande solo dividido.

Mal partido.

Mal dado.

Uns tem terra sobrando.

E muitos estão sem nada.

Vagando, buscando, mendigando.

Nos campos, faltam flores.

Nos bosques, não tem mais vida.

É tudo um grande sofrer.

Ora é seca.

Ora é enchente.

Ora é morrer.

A paz do futuro é insegura,

pelos homens que sobem ao poder.

De corruptos, a ladrão.

De bandidos, a assacinos.

E é grande a desilusão.

Mas ainda existem teus filhos,

que lutam por seus direitos.

Morrem por suas causas.

E viva Chico Mendes.

E viva todos os Chicos,

Que ainda existem e sempre existirão!!!



Inacelita
05/05/2008

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias