segunda-feira, 5 de julho de 2010

MENINA


Cecilia, menina.
Esse teu momento é mágico.
Belo.
Vive com intensidade.
Ele é puro e imaculado.
Dorme na paz e acorda num sorriso!
Mas, passa rápido.
Como um pulo, para o outro lado.
Nem se percebe.
Se vai e não volta mais!


Inacelita (28/12/2009)

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias