terça-feira, 6 de julho de 2010

BUSCA


Me vi em ti.
Leve ave, que voa,
ainda a procura.
Poço de ansiedade.
Sempre buscando.
Somos criança, buscando
o colo.
O conchegar.
Os passos sempre a andar...
Havemos de chegar lá!


Inacelita








1 comentários:

Laila disse...

Leve e profundo. Gosto dese teu
linguajar.
Amo teus escritos.
Tou com muita saudade de você!

Bjos, Laila

Postar um comentário

Outras poesias