quinta-feira, 29 de agosto de 2013

TEMPO



Água
Sal da maré
Que banha o tempo
Tempo de mudar
Girar o carrossel
Dia e noite
Cantar
Respirar
O aroma da rosa
Que trago no peito
Inacelita Damasceno

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias