quinta-feira, 11 de julho de 2013

EU POSSO




Estou em experimento constante
Comigo mesma
Quero acertar o alvo
Crescer semeando
a semente flor
E não o espinho
Amadurecer revendo
o começo
Para florir
no futuro
SEI QUE POSSO

Inacelita Damasceno

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias