terça-feira, 4 de outubro de 2011

PALAVRAS...

Lindas éguas brancas,
A galopear.
No riacho belo.
Bebem ao luar.
Luar minguante.
Um dia lua cheia será.
Onde a esperança,
Tece a linha no horizonte.
Tudo se abala...
Mas se acalma.
Se norteia.
Leve, serena.
Toda porta fecha.
Toda porta abre.
Entra...


Inacelita

0 comentários:

Postar um comentário

Outras poesias