segunda-feira, 5 de julho de 2010

GÊMEAS



Em homenagem a Poetiza Goretti Albuquerque




De repente, doce criança,
desponta resplandecente,
diante de mim.
Como brilho incandescente!
Bela e pura.
Nua e transparente.
Olhar expressivo.
Sorriso enigmático.
Imagem de sol e lua.
Terra e mar.
Minha mão na tua.
Idênticas.
Idéias, sonhos, realidades.
Ser, querer...
Como foi bom te conhecer.
Minha alma gêmea.

Inacelita

1 comentários:

gorettiguerreira disse...

Minha alma gêmea, minha Lua Crescente!
Como é lindo sua liberdade de dizer!
Obrigada querida.
Te amo poetisa.
Bjs de luz.
Goretti

Postar um comentário

Outras poesias